Salomé com a Cabeça de São João Baptista

Nesta grande tela, Guido Reni, um pintor bolonhesa do século XVII, retratou uma das histórias mais macabras do Novo Testamento. Salomé, a filha da rainha Herodíades, agradou tanto ao seu padrasto, Herodes Antipas, ao dançar na sua festa de aniversário, que prometeu conceder-lhe qualquer desejo. Impelida pela sua mãe vingativa, Salomé pediu a cabeça do profeta João Baptista, que Herodes tinha encarcerado por ter denunciado o seu casamento. O quadro ilustra o momento em que a cabeça do santo é apresentada à bela jovem mulher. Altamente selectivo na sua paleta, Reni retratou este acontecimento sangrento com graça rítmica, modelagem suave, e elegante remoção. Não há pingos de sangue da cabeça de João, e a cor e a iluminação são frias; de facto, não há um cenário específico, nem são retratadas emoções fortes. Neste trabalho tardio, a manipulação das figuras é ampla, especialmente nas pernas da página jovem e nos pés de Salomé, que só sumariamente são escovados. Isto levanta a questão central e não resolvida de grande parte do trabalho tardio de Reni: se este quadro deve ou não ser considerado acabado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *